SILÊNCIO

No início não havia palavra.   Só quando os corpos se rasgaram E os corações deixaram de se ouvir bater Precisaram os homens de criar outra forma de comunicar.   Oxalá pudéssemos manter entre nós A infinitude do silêncio Melodia De Amor profundo!   A vida é uma espécie de ensaio Para …

Read more

A ESPERA

Quanta saudade! Em cada dia que passa, amontoam-se imagens no lugar de experiências vivas. No entanto, é como se tivessem vida. Arrepia-se-me a pele, acelera-se-me o coração, ruborizo, humidifica-se-me o olhar e adocica-se-me a boca. As mãos, essas, acariciam-te o rosto dentro de mim, sem nunca esquecer a tua nuca …

Read more

ESCRITOR DE SONHOS

Corro atrás das pistas que ele vai deixando no caminho, como uma espécie de Sherlock Holmes das coisas do bem. Perseguindo-as, encontro-nos aos dois e agradeço. Dou-me conta de que toda a vida procurei algo mágico que sempre soube que existia. A Humanidade também sabe que existe, creio eu! Por …

Read more

MANHÃS

Preparar-te-ia Se pudesse Pequenos almoços deliciosos No primeiro sol da manhã Enquanto tu Absorto e livre Escrevesses livros. Depois Comeríamos juntos. Tu contar-me-ias por onde viajavas Dentro da tua prodigiosa imaginação. E eu falar-te-ia sobre ingredientes de amor: Rosmaninho, sal e mel.  

Read more

A PRIMEIRA CARTA

África. 7 de Dezembro de 2018. "Querido Pássaro, Os teus dias são o poema mais lindo deste mundo. Depois daquele dia em Dezembro, os nossos sonhos ficaram de mãos dadas no céu. Sabias? És tu o meu Dezembro, o meu Fevereiro também, mágico Valentim. És agora os meus dias passados …

Read more

O PRAZER DE VIVER

O tema do prazer remete-me imediatamente para o deleite dos sentidos e para o desejo de viver. Estar vivo significa sentir o corpo aqui e agora, estar consciente da nossa natureza animal. Segundo a Análise Bioenergética, o ego, com todo o seu conhecimento racional, é trémulo e inseguro se não …

Read more

PÉ DE FLOR

Ao pé de ti pé de flor trago de novo a primavera. Vês?   Teimosa dançou sempre em mim nas noites frias da saudade e sonhou todos os meus dias!   Sempre soube que virias e que bastaria eu ver-te!   Bastaria eu ver-te e tudo cá dentro brotaria em …

Read more

HOMENAGEM

Quem seria eu sem a minha sombra? Uma simples forma linear, de luz incandescente, no fim da história. Quem seria eu sem a fonte de lágrimas que me habita? Uma melodia que ressoaria estridente na paisagem dolorosamente seca. Quem seria eu sem o dom da indignação? Uma viagem em linha …

Read more

HÁ NOS OLHOS TEUS

Há nos olhos teus ardor e luz, aquele desejo furacão, fogo anunciador de um enorme ímpeto vital... Notas dissonantes me chegam do teu corpo maltratado, um tanto estagnado, profundamente triste, longe desse olhar que te denuncia. Que poderei fazer para te ajudar? Eu, que tenho esperado tantos anos pela chispa …

Read more

HOJE QUERO APENAS!

Fotografia de: Maria Inês de Brito   O que me moveu a ser psicoterapeuta, sacrificando uma carreira na dança, foi o sonho de ajudar as pessoas a serem mais felizes. Precisei de atravessar o universo da minha própria fragilidade e aprender a aceitar o sofrimento nos olhos das pessoas e …

Read more